Dose de Inspiração

março 7, 2010

Em uma mesa de bar somos nós mesmos. Sem mascaras nem pudores, após algumas doses simplesmente falamos o que queremos. Filosofamos, discutimos, e sempre temos a razão. É com esse contexto que nossos personagens Pedro e Chico serão atirados, discutindo os assuntos mais absurdos possíveis depois daquela Dose de inspiração.

Anúncios

Adoro séries!

Sempre assisti, desde pequeno me acostumei com as legendas e as risadas fakes.
Depois de um tempo, cansei, parei de assistir.
Não vi Lost, mal vi Heroes, True Blood só conheço  (e gosto) da abertura.
Há muito tempo não lembrava o que era acompanhar uma série. Vejo episódios antigos de algumas que gostava, mas não é a mesma coisa. Já sei o final, as piadas, as supresas e as risadas ficam falsas como as que aparecem na tv.

Porém, admito que estou viciado novamente.
E tirando toda o entusiasmo que estou tendo com a nova temporada, acredito que essa é a melhor série que já assisti e que possui a melhor personagem (e olha que eu já vi vários episódios de House).
Além de tudo isso, aborda um tema que faz qualquer um parar pra refletir.
Alguém merece morrer? Tirar a vida de uma pessoa, mesmo ela tendo matado outras, é certo? É humano?
Sociólogos diriam que a solução não é essa, radicais diriam que é única.
Eu diria, assistam DEXTER!
Mas assistam desde o começo, vejam a evolução da personagem, conheçam seus motivos (se é que ele possui um) e se  sobrar tempo, entre um cerveja e outra, discutam esse papo cabeça de morte, que depois da 10ª garrafa garanto que vcs terão chegado em um solução!

Ahhh….e a parte da mostra é sobre a 33ª Mostra Internacional de Cinema de SP que começa amanhã (hoje!).
Sempre quis ir, nunca fui. O Pardal Vermelho ai já foi e entrevistou toto mundo por lá.
Esse ano garanto que vou…mas acho que vou domingo, porque segunda tem Dexter.