Loucura?!

março 31, 2010

Taxi Driver.
Os Bons Companheiros.
O Rei da Comédia.
Cabo do Medo.
Cassino.
Gangue de NY.
O Aviador.
Bob Dylan – No Direction Home.
The Rolling Stones Shine a Light.

Qual o seu louco preferido?
*Fico entre Travis Bickle (Taxi Driver) e Bob Dylan.

E segue mais um para coleção:

Sobre Legionários

março 28, 2010

“Vamos deixar as janelas abertas
E deixar o equilíbrio ir embora
Cair como um saxofone na calçada
Amarrar um fio de cobre no pescoço
Acender o intervalo pelo filtro
Usar um extintor como lençol
Jogar pólo-aquático na cama
Ficar deslizando pelo teto

Da nossa casa cega e medieval
Cantar canções em línguas estranhas
Retalhar as cortinas desarmadas
Com a faca surda que a fé sujou
Desarmar os brinquedos indecentes
E a indecência pura dos retratos no salão
Vamos beber livros e mastigar tapetes
Catar pontas de cigarros nas paredes

Abrir a geladeira e deixar o vento sair
Cuspir um dia qualquer no futuro
De quem já desapareceu
Deus, Deus, somos todos ateus
Vamos cortar os cabelos do príncipe
E entregá-los a um deus plebeu

E depois do começo
O que vier vai começar a ser o fim [3x]

E depois do começo
O que vier vai começar a ser”

“Os Bons morrem cedo”

O Segredo.

março 20, 2010

O segredo não é o futebol, nem as chuteiras ou muito menos a água que eles (ou nós?) tomam.
O segredo não é a raquete, nem a quadra, nem o tênnis.
Não é o copo, não é o vinho, nem a taça.
Não é o recheio nem a cobertura.
Não é a bola nem a cesta.

O segredo são os olhos.
Eles enxergam diferente.
O que resta, para nós, é assistir…ver.

5R$

março 18, 2010

Tenho 5R$.

Posso ver o Coppola (pagando meia).

Posso Tomar UMA cerveja e sobrar umas moedas pro Dropes.

Posso deixar a lambreta com o tanque cheio (bobeira, meio tanque dá).

Posso comer DOIS pastéis.

Posso deixar na carteira para a eventualidade (fora de cogitação).

Conclusão!

Como vale nosso dinheirinho suado né?

Crise de Insônia Criativa

março 16, 2010

O relógio antigo fazia TIC TAC.

Meu corpo seguia o ritmo, virando de um lado para o outro da cama.

Olhei no celular que estava debaixo do traveseiro.

Ainda eram 3hs da manhã.

Não conseguia dormi.

Levantei fui ao banheiro.

Deitei

Ainda não conseguia dormir.

Minha cabeça estava a mil, pensamentos, pensamentos, pensamentos.

Ah! uma ideia! Finalmente.

Era mais uma daquelas Crises de insônia criativa.

Ideia genia, pensei! Mais agora to Ficando com sono!

Levanto para pegar o bloco de notas.

Não, jaja amanhece! Depois anoto, deixa aprimorar a ideia.

Aprimorei, ficou ainda melhor.

Mais pela manhã, só lembrava do título.

Maldita Insônia Criativa.

Ahhh!!

Deixa eu voltar para a pagina em branca do word.

#mataramoglauco

março 12, 2010

Foi com essa noticia no twitter que começou o meu dia. Não vou dizer que sou um conhecedor da obra desse cartunista, mas já havia visto algumas vezes as tiras do Geraldão, e conhecia um pouco sobre Los três amigos. Sempre prefiri o Angeli.

Mais foi um choque de verdade, ao ler a notícia. A cada dia percebemos como somos tão pequenos e indefesos, onde está o erro? Não sabemos dizer, nem tem como. Politica, Violência, Brasil. Complexo de mais. Não é o perfil do nosso blog, mas acho que devemos pelo menos resgistrar #mataramoglauco.

Cartunista Nico

Ônibus.
Já faz parte do meu dia-a-dia.
Fim de noite, voltando para casa depois de mais uma longa jornada.
Cansado, sento no banco perto da porta, lá no fundo.
Abro um livro e começo a ler. Está certo que ali não é o lugar ideal para ler um livro, até pra ler uma frase em um outdoor é uma aventura sentado ali.
Mas aquele dia foi a gota. Não, o problema não foi a chuva, longe disso.
O problema era um rapaz, duas cadeiras atrás, a “turma do fundão”, com um celular (maldito viva-voz) rolando um funk no talo.
Não, o problema não era a música, nem a qualidade dela ou do som do celular (o funk foi apenas um agravante, poderia ser até uma bossa ali, ia dar no mesmo(?)), o problema era a altura do som e a postura do rapaz.
Pessoas voltando de seu longo dia, cansadas e tendo de aguentar aquilo? Aquela afronta, aquela falta de respeito?
Não, não poderia ficar assim.

Respirei fundo e levantei. Eu, negão, 1,92m, um armário, cara de mau. Cheguei no rapaz, sem falar um “A” arremessei o MP5.236 pela janela e falei “Se der um pio, vc vai junto!” .

Respirei fundo e levantei. Eu, mulato, 1,80m, um cara normal. Cheguei no rapaz e disse: “Chefe, você conhece algo chamado fone de ouvido? Não?? E educação, conhece? Então por favor compre um ou aprenda o outro ok?”, voltei e sentei em meu lugar em silêncio, junto com o silêncio que fez o celular do individuo em questão.

Respirei fundo e levantei. Eu, moreno, 1,69m, com uma barriguinha de computador considerável e uma leve cara de bobo, desci do ônibus e pensei “Preciso arranjar outro lugar pra ler meus livros ou quem sabe comprar um audiobook”.